Atendimento

0

Frete fixo

para todo Brasil por tempo limitado

Parcelamento sem juros

Em até 3x no cartão

Única 100% para bariátricos

Compare e comprove

Recomendada

pelos melhores profissionais

Compra 100% segura

Loja 100% confiável

16/06/2023

O que fazer para eliminar os gases após a cirurgia bariátrica

O procedimento bariátrico, utilizado para a perda de peso, é conhecido por trazer diversos benefícios à saúde, mas também pode causar alguns efeitos colaterais, como o aumento da produção de gases. Essa questão tem despertado a curiosidade de muitas pessoas. Neste texto, exploraremos as razões por trás desse fenômeno e também forneceremos algumas orientações sobre como lidar com esse desconforto pós-cirurgia.

Por que o Bariátrico tem tantos gases?

Em todos os procedimentos bariátricos existe redução do tamanho do estômago e em alguns existe também desvio intestinal. Essas alterações reduzem etapas importantes da digestão dos alimentos. Dessa maneira, após a cirurgia bariátrica, os alimentos tendem a chegar menos digeridos até as porções finais do intestino. Chegando assim, o organismo tentará compensar essa situação fazendo com que as bactérias presentes ao longo do intestino fermentem esse alimento mal digerido. Toda fermentação gera gases. Sendo esse então o principal motivo da geração de gases mais intensa no bariátrico.
 
Um outro motivo, mais específico, para o aparecimento de gases após a cirurgia, é o desenvolvimento de uma possível intolerância à lactose (açúcar presente no leite). Em cirurgias disabsortivas (onde há desvio intestinal), como o Bypass Gástrico em Y-de-Roux, o principal local do intestino que produz a substância que digere a lactose é desviado. Dessa maneira, uma maior quantidade de lactose mal digerida segue íntegra (sem ser digerida) para porções finais do intestino, onde será então fermentada e dessa maneira, também gerará gases.
 

É normal haver o aumento de gases após a cirurgia bariátrica?

Tendo em vista a explicação acima, é esperado que se aumente a quantidade e odor dos gases após a cirurgia. Especialmente nos primeiros meses após ela. A tendência é que com o tempo a digestão se adapte e que essa sensação reduza.
O que não pode acontecer, é um aumento excessivo dessa quantidade e piora muito intensa desse odor, trazendo piora na qualidade de vida do paciente.
 
O que fazer para amenizar a quantidade de gases após a cirurgia?
Tendo em vista que a principal causa no aumento dos gases após a bariátrica é a piora da digestão, o primeiro passo para amenizá-los é melhorá-la ativamente de modo a compensar o que ficou prejudicado intrinsecamente pelo procedimento. Abaixo, tem-se algumas atitudes que podem melhorar a digestão dos alimentos depois da bariátrica:
  • Intensificar a mastigação. 
  • Evitar comer e beber ao mesmo tempo.
  • Cortar o alimento em pedaços menores.
  • Consumir chás de alecrim, erva doce e gengibre logo antes das refeições
 

Quais alimentos evitar para amenizar esses gases?

Além da causa relacionada ao prejuízo na digestão, existem alimentos naturalmente mais propensos a sofrerem fermentação bacteriana e consequentemente geram mais gases, tais como:
  • Brássicas em geral, como brócolis e couve-flor
  • Leguminosas, como feijão, ervilha e grão de bico
  • Leite e derivados em geral. Especialmente o leite em si e queijos mais frescos.
  • Folhosos crus em geral, como rúcula, agrião, alface...
  • Açúcar
  • Castanhas
  • Cebola
  • Pimentão
Se mesmo realizando as condutas acima o paciente continuar com desconforto intenso, vale a avaliação da retirada ou redução de um ou mais desses alimentos da dieta, visando a redução dos gases.
 

Conclusão

A ocorrência de gases depois da bariátrica é um achado comum, especialmente após os primeiros meses de cirurgia e pode se dar principalmente por uma má digestão dos alimentos.
Alguns hábitos do paciente, como a melhora na mastigação e retirada de alimentos fermentativos, podem amenizar o quadro.
 
Mas se mesmo com a inclusão de novos hábitos e retirada dos possíveis alimentos causadores os gases continuam em intensidade e odor muito impróprios (chegando até a reduzir a qualidade de vida do paciente), um médico e/ou nutricionista que entendam de cirurgia bariátrica deverão ser consultados.