Atendimento

0

Frete fixo

para todo Brasil por tempo limitado

Parcelamento sem juros

Em até 3x no cartão

Única 100% para bariátricos

Compare e comprove

Recomendada

pelos melhores profissionais

Compra 100% segura

Loja 100% confiável

03/05/2023

Anemia pós bariátrica: sintomas, tipos e como suplementar

Anemia pós bariátrica: sintomas, tipos e como suplementar

Um dos principais efeitos colaterais da cirurgia bariátrica são as complicações advindas de deficiências de nutrientes. Dentre essas, uma das mais importantes é a anemia.

Muitas pessoas pensam que a anemia se dá apenas por falta de ferro. Mas na verdade a anemia em si é uma complicação definida como a redução nos níveis de hemoglobina, substância que carrega o oxigênio, no sangue. E essa pode ocorrer por diferentes causas e deficiência de diferentes nutrientes, incluindo o ferro.

Por que é comum ter anemia depois de fazer cirurgia bariátrica?

A cirurgia bariátrica, tanto o tipo Bypass Gástrico em Y-de-Roux, quanto o Sleeve gástrico, reduz o tamanho do estômago, levando o paciente a uma menor ingestão alimentar e consequentemente, menor ingestão de nutrientes, cuja falta de alguns pode ocasionar a anemia.

Ainda, com a redução do estômago tem-se também a diminuição na quantidade de ácido estomacal. O ácido é importante para aumentar a disponibilidade absorvida do corpo para o ferro e vitamina B12 (nutrientes cuja falta pode ocasionar anemia).

Em cirurgias que além de restrição estomacal tem-se também desvio intestinal, como o Bypass Gástrico em Y-de-Roux, uma menor absorção intestinal de nutrientes pode acontecer. Somando-se assim mais um risco ao desenvolvimento da anemia depois da cirurgia.

Quais os tipos de anemia que um paciente bariátrico pode desenvolver?

Como já falado acima, a anemia pode se dar por falta de diversos nutrientes. Como o bariátrico é um paciente com maior risco para essas deficiências, possui também então risco aumentado ao desenvolvimento de vários tipos de anemia em relação a população não operada, como as citadas abaixo:

Anemia ferropriva

É o tipo mais comum e prevalente de anemia após a cirurgia e acontece por deficiência de ferro. O ferro é o responsável pela formação de uma das partes da hemoglobina. Por isso, na sua falta, a anemia pode acontecer.

Anemia Megaloblástica

É um tipo de anemia onde as células vermelhas (hemácias) do sangue aumentam de tamanho justamente para tentar compensar a redução na sua quantidade total. Ela pode acontecer por deficiência de vitamina B12 ou B9, ambas vitaminas envolvidas na formação dos glóbulos vermelhos na medula óssea.

Anemia Perniciosa

É um tipo de anemia megaloblástica causada pela dificuldade em absorver a vitamina B12, seja pela ausência de sua proteína carreadora produzida no estômago ou por alguma incapacidade absorvida no intestino delgado.

Por quais outros motivos pacientes pós bariátrica desenvolvem anemia?

Além da dificuldade em se consumir e absorver os nutrientes, outras causas podem aumentar o risco de anemia após a cirurgia bariátrica, tais como:

Úlceras gerais ou anastomóticas

Sangramentos em camadas mais profundas do trato gastrointestinal, que podem levar o paciente a perder sangue, consequentemente aumentam o risco de anemia. O risco do aparecimento dessas úlceras na junção de um órgão cortado a outro pode ser maior, são as chamadas úlceras anastomóticas (por terem aparecido nessas junções = anastomoses).

Suplementação inadequada

A anemia, assim como qualquer outra deficiência nutricional, é 100% passível de prevenção após a bariátrica. Logo, não suplementar ou suplementar inadequadamente aumenta o risco de anemia após a cirurgia.

Como é feita a suplementação pós bariátrica?

Todo paciente bariátrico, por já apresentar risco aumentado de deficiência de nutrientes, como já citado acima, deve fazer uso de suplementação nutricional preventiva, em doses muitas vezes maiores que as preconizadas para a população em geral. Ou seja, mesmo na ausência de sinais e sintomas de deficiências, a suplementação deve ocorrer de modo a preveni-las.

Mulheres em idade fértil devem ainda fortalecer essa suplementação com doses adicionais de ferro e ácido fólico, ambos importantes para a prevenção da anemia.

Como tratar a anemia pós cirurgia bariátrica?

O tipo do tratamento vai depender do grau da doença. Ajustes na dieta otimizando a presença e absorção do nutriente em falta deverão ser feitos. Além de uma suplementação via oral adequada em dose e formato do nutriente cuja falta levou a anemia.

Em níveis mais avançados, suplementação via endovenosa ou intramuscular poderá ser feita. A avaliação médica e nutricional é necessária.